O dia em que larguei o direito para viver de ARTE.


aula de artes criança

Aos 4 anos de idade lembro de ter participado de aulas de arte que minha mãe me matriculou nas férias. Lembro do barro, da tinta e do espírito do local. Lembro da maravilhosa sensação que eu sentia sempre que terminava uma criação. Uma satisfação indescritível.

Nas minhas horas vagas eu adorava desenhar. O que eu mais gostava era treinar desenho de observação. Sempre guardava meus desenhos numa pastinha e até hoje eu a tenho. Vez ou outra dou uma olhadinha nesses desenhos antigos e lembro daqueles bons momentos de criação.

colagem desenhos

A arte, a criação, a observação e as cores sempre estiveram no meu imaginário e, de alguma forma, eu tinha que externar isso. Esse estímulo para as artes sempre foi feito de forma solitária, minha família nunca se interessou por esse meu lado artístico e, com o passar dos anos, e as responsabilidades aumentando, aos poucos fui me afastando desse mundo. Aos 18 anos de idade tive que decidir o que seria para o resto da vida.

o que farei no vestibular

Venho de uma família de médicos, terapeutas, enfermeiros etc. Minha referência sempre foi a área da saúde e meu inconsciente foi influenciado para isso. No entanto, não gostava dessa área e fiquei na eterna dúvida do que faria. Nunca passou pela minha cabeça fazer artes plásticas ou arquitetura, que eram as minhas duas paixões. Na época o mercado de trabalho estava muito difícil em Recife e a febre de concursos públicos e o desejo da sonhada estabilidade influenciaram a minha decisão em cursar direito.

duvida

Eu gostava de ler, escrever e achava que isso era suficiente para seguir uma carreira jurídica. Decisão tomada, vestibular aprovado e curso concluído em 5 longos anos. Finalizado o curso, achava que ainda faltava algo e também concluí uma pós graduação em Ciências Penais.

Trabalhar como advogada nunca passou pela minha cabeça. Detestava burocracia e detestava ainda mais o trabalho de advogar. A única coisa que me restava era o concurso público. Foram 3 longos anos estudando muito, muito, muito…

estudando

Foi uma das épocas mais tristes da minha vida. A sensação que eu tinha era que eu estava definhando. Isso mesmo, definhando… perdendo minhas energias a cada dia que se passava. Era como se eu estivesse depositando todas as minhas forças e objetivos para algo incerto e nebuloso. Para encarar uma guerra a pessoa precisa ter muito convicção de que a vitória será uma satisfação. Na verdade eu nem pensava na satisfação, apenas na vitória. Passar era o meu único objetivo.

definhando

Foi nessa época que eu voltei a pintar. Para desestressar dessa vida de concurseira eu passava minhas madrugadas pintando quadros, desenhando e escrevendo. Era o momento mais feliz do dia. Ali eu renovava minhas energias para mais um dia de batalha.

eu

Em 2010 me mudei para a cidade de Manaus. Foi um ano de muitas mudanças e despedidas. Chegando em Manaus retomei meus estudos e procurei algum trabalho na área jurídica.

Longe da família, dos amigos e voltando a fazer algo que detestava, a infelicidade que eu já sentia triplicou de tamanho. Trabalhando com burocracia e num ambiente aonde as pessoas eram mais infelizes do que eu, passei a questionar o verdadeiro sentido da vida. Comecei a fazer os cálculos de quantos anos eu tinha vivido estudando e fazendo algo de que não gostava. Fiquei assustada com o resultado. Uma década dedicada a infelicidade. Tudo isso junto foi um prato mais do que cheio para eu explodir.

Não durei 1 mês nesse trabalho e no último dia em que fiquei lá, no caminho de volta para casa, aos prantos, tomei a decisão que mudaria a minha vida. Haja o que houvesse, por mais que o caminho fosse longo e difícil eu iria fazer o que sempre sonhei.

let me die

Assim que cheguei em casa, ainda chorando, peguei meu material de pintura e pintei o quadro mais lindo e significativo que criei até hoje. “O Charme da Medusa” abriu a minha mente e me levou para um mundo tão sonhado por mim. A criação seria a minha profissão.

o charme da medusa TATÁ 650

No outro dia me matriculei no curso de Design de Interiores e foi quando finalmente eu soube o que era ter prazer em estudar. Lembro que no meu primeiro dia de aula eu saí da sala sorrindo. Parecia que eu flutuava em direção ao carro. Minha felicidade era tanta que eu tive vontade de gritar: ESTOU LIVREEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!

A opinião de ninguém importava para mim. Eu estava tão certa do que queria que todos os comentários contra a minha decisão foram irrelevantes. E olha que escutei um bocado. Coisas do tipo: “como você vai voltar a estudar com essa idade, tá na hora de você ter filhos!” “O mercado já está saturado”. “É muito sacrificante a vida de artista”. “Particularmente eu não acho que você vai ganhar dinheiro com design de interiores”.

1

É muito importante ter convicção do que se quer, pois a maioria das pessoas serão contra e você escutará muitas opiniões negativas. É normal, pois a grande maioria das pessoas não gostam do que fazem, trabalham apenas pelo dinheiro e o medo da mudança fala mais alto do que a vontade de seguir um sonho. Elas preferem não arriscar. Não acho certo nem errado esse tipo de estilo de vida. Isso vai depender de cada um e do grau de insatisfação que rodeia a mente dessas pessoas. No meu caso o grau estava bastante elevado. 🙂

enforcado

A partir do momento em que tomei minha decisão foram só conquistas e aprendizados. Os caminhos abriram-se para eu passar e tudo aconteceu de forma espontânea e leve. Hoje sinto que estou no caminho certo e que tomei a decisão correta. Nunca é tarde para recomeçar e nunca é tarde para buscar a verdadeira felicidade.

Hoje sou artista plástica e designer de interiores. Acabei de fazer uma especialização em Geobiologia e casa saudável. Ainda tenho muito o que aprender, mas sei que o caminho é esse.

ALGUMAS CONQUISTAS

colagem sucesso

861323_419352074814408_1156095277_o (1)

DSCN1733

colagem 1

Se eu tenho algum arrependimento?

não

Nenhum! O direito abriu muitas portas e até hoje sou grata por ter adquirido tantos conhecimentos. A filosofia jurídica é belíssima e foi por causa dela que conheci pessoas maravilhosas. Conheci o mundo paralelo da justiça e injustiça. Vi os dois lados da moeda. Chorei com as desgraças e as alegrias que presenciei. Conheci Brasília e lá vi o céu mais lindo do mundo. Corri 2km em 10min quando participei da 2º etapa do concurso da polícia que passei. Senti pena ao ver um ladrão se arrepender do crime que cometeu. Conheci juízes que abraçam a justiça de forma verdadeira. Estudei 12h seguidas e bati meu próprio recorde. Conheci Dona Maria, faxineira do fórum, pessoa simples e de coração bom. Aprendi a escrever rápido para anotar o que os professores falavam. Tive aulas de oratória e aprendi a falar em público. A prendi a ser grata a tudo que tenho, pois o mundo tá cheio de injustiças.

550115_522372307802826_1797948120_n

“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.”

A vida é um somatório de conhecimentos e temos que absorver as coisas boas de cada fase. Tudo tem seu lado bom e nunca é tarde para recomeçar. Hoje tenho certeza do que quero e sinto que estou no caminho certo.

NÃO SE PREOCUPE PORQUE NO FINAL TUDO TERMINA BEM

Três Passarinhos

Não se preocupe com nada,
Porque cada pequena coisa
Vai ficar bem

Dizendo, não se preocupe com nada
Porque cada pequena coisa
Vai ficar bem

Levantar esta manhã
Sorrir com o sol nascente
Três passarinhos
Pela minha porta
Cantando músicas doces
De melodias puras e verdadeiras
Dizendo: “Esta é a minha mensagem para você”

Dizendo não se preocupe com nada
Porque cada pequena coisa
Vai ficar tudo bem

Dizendo não se preocupe com nada
Porque cada pequena coisa
Vai ficar tudo bem

Levantar esta manhã
Sorrir com o sol nascente
Três passarinhos
Pela minha porta
Cantando músicas doces
De melodias puras e verdadeiras
Dizendo: “Esta é a minha mensagem para você”

Cantando não se preocupe com nada,
Se preocupar com nada,
Cada pequena coisa vai ficar tudo bem
Não se preocupe!
Cantando não se preocupe com nada
Não vou me preocupar!
Porque cada pequena coisa
Vai ficar tudo bem

Cantando não se preocupe com nada
Porque cada pequena coisa
Vai ficar tudo bem
Não vou me procupar!
Cantando não se preocupe com nada
Porque cada pequena coisa
Vai ficar tudo bem
Cantando não se preocupe com nada
Porque cada pequena coisa
Vai ficar tudo bem!